Palestras na Santa Casa destacam a importância da doação de sangue. Responsabilidade de quem?


Ato de solidariedade pode salvar vidas

Palestras no salão de reuniões da Santa Casa de Misericórdia de Marília nestes dias 21 e 22 de fevereiro, das 15h às 16h30, destacam a importância da doação de sangue. Com o tema “Responsabilidade de quem?”, as explanações serão coordenadas pelas assistentes sociais do Hemocentro da Famema (Faculdade de Medicina de Marília) Dayane Galletti e Lucimara Aparecida Custódio.

Mostrar que o ato de solidariedade pode salvar vidas e que os colaboradores do hospital podem ser multiplicadores de informações neste processo de captação de doadores de sangue serão focos das palestras.

“Estamos iniciando um programa intensivo para envolver todo o hospital na captação de doadores, tendo em vista a parceria que mantemos com o Hemocentro, que nos fornece hemocomponentes”, enfatizou a biomédica da Agência Transfusional da Santa Casa de Marília, Ana Maria Fuzinato Modesto.

Ana Maria Fuzinato Modesto, biomédica da Agência Transfusional da Santa Casa

De acordo com a profissional, a presença dos doadores no Hemocentro é fundamental para manter o estoque de sangue. “O sangue não é produzido, nem comprado na farmácia. É preciso a doação de pessoas para que o sangue seja coletado e encaminhado para diversos procedimentos”.

Modesto ressaltou que, na Santa Casa de Marília, os hemocomponentes fornecidos pelo Hemocentro são bastante utilizados, principalmente em procedimentos cirúrgicos, sejam eles oncológicos, cardíacos, ortopédicos, ou das demais especialidades médicas.

“Fazemos abordagens no hospital pedindo a doação de sangue, não apenas para os pacientes internados, como também mostrando para as pessoas que este deve ser um ato constante para ajudar o próximo”, finalizou Modesto.






Fonte: Assessoria de Imprensa da Santa Casa
Comentarios do Facebook:



Links Úteis