Kauê comemora 4 anos e recebe o carinho dos colaboradores da Santa Casa de Marília


Criança está internada há mais de três anos e meio no hospital

Com direito a bolo confeitado, docinhos, salgadinhos, sucos e refrigerantes, Kauê da Silva comemorou 4 anos de idade na manhã deste dia 23 de fevereiro, na Pediatria da Santa Casa de Misericórdia de Marília. O garoto recebeu o carinho dos colaboradores do hospital.

Kauê está internado na Santa Casa de Marília há mais de 3 anos e meio. “Criou-se um vínculo de toda a equipe multiprofissional com o Kauê. Procuramos fazer do ambiente em que ele está a casa dele. Temos certeza que ele sente. Esta estimulação sensorial é muito importante. Como todo membro da família, a gente quis mais uma vez fazer uma festa de aniversário para ele”, ressaltou a enfermeira gerente do Bloco Pediátrico da Santa Casa de Marília, Ana Paula Neto Mancini.

A auxiliar de enfermagem da Pediatria do hospital, Fernanda Cristina Fernandes Barbosa, disse que o apego ao menino é tanto que quando os colaboradores do setor saem de férias fazem questão de visitar Kauê. “Cumpro com o papel de auxiliar de enfermagem e muitas vezes de mãe. Procuramos nunca deixá-lo sozinho e temos muito carinho por ele”.

Para a realização da festa de aniversário, o Serviço Social da Santa Casa conseguiu a doação dos alimentos junto aos funcionários e sociedade civil. “Muita gente ajudou e isso viabilizou a realização desta comemoração para o Kauê, que merece todo o nosso carinho. Não tem como não se apaixonar por uma criança como esta”, enfatizou a assistente social gerente do setor, Clotilde Carvalho de Souza.


A assistente social gerente do setor, Clotilde Carvalho de Souza, com o garoto Kauê

Aos 3 meses de vida, Kauê sofreu convulsões e parada cardíaca, o que acabou afetando as funções neurológicas e respiratórias dele. O garoto ainda necessita de ventilação mecânica e se alimenta através de sonda gástrica.

A mãe de Kauê, Rita de Cássia Pereira da Silva, elogiou o tratamento recebido na Santa Casa de Marília e disse que no hospital ela tem a certeza de que o filho dela está sendo muito bem cuidado. “O pessoal da Santa Casa de Marília é muito atencioso. Só tenho que agradecer todos eles”.

Rita de Cássia lembrou das dificuldades em ter que se deslocar de outra cidade constantemente, uma vez que a família dela reside em Ipaussu - município a 118 km de Marília. “Às vezes tenho que deixar meu filho no hospital para cuidar da irmã dele de 6 anos (Yasmin Vitória). Me corta o coração, mas faço isso porque sei que ela precisa de mim. Por outro lado, fico satisfeita em saber que ele está sendo muito bem assistido na Santa Casa de Marília”, frisou ela. “Até já cogitaram levar o Kauê para a Santa Casa de Ipaussu, mas nós não quisemos. Também existe um esforço junto ao Ministério Público para conseguirmos a transferência dele para casa, mas a Justiça entende que esta mudança pode trazer riscos à saúde do meu filho”, acrescentou. 






Fonte: Assessoria de Imprensa da Santa Casa
Comentarios do Facebook:



Links Úteis